terça-feira, 25 de abril de 2017

Cleia a favela e todas nós.

A opressão vem de onde?
É bomba de gás vinda da farda.
É porrada vinda do parça.
Luta pra ter trabalho
Luta pro trabalho não te sugar, te matar sem ao menos te sustentar.
Ter força pra sonhar, aguardar um no dia, um abraço há confortar.
Um amor pra ameniza, nem isso vai rolar.
Levanta o braço, vá lutar.
Entra na guerra vença pra talvez um dia sonhar, caminhar sem medo, ter direito de estar. Para de duvidar do direito de estar viva acreditar na capacidade de pensar de voar de cantar de amar de sonhar.
Mas por hora se contente em lutar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário